Marcação de consulta

Marcação de consulta
Marcar em www.hospitaldaordemterceira.pt e www.vitasana.pt

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Tem realmente fome?

Come por comer? Tem fome de quê?



Vi recentemente, em consulta, uma senhora de 70 anos que se levanta frequentemente, durante a noite para se alimentar.
 
É muito comum não conseguir dormir, levantar-se e cozinhar sopa, carne assada, … E de seguida comer um prato do que cozinhou. Para além disso, vai comendo pão, bolachas, e outros alimentos que encontra pela frente.
 
Estará esta senhora a comer por sentir fome? Não, pois tal como ela própria refere, quando está ocupada, ou quando sai, quase que se esquece de comer.
 
Esta senhora come por solidão, por ansiedade, não por fome física. Vive sozinha, pois o seu marido já faleceu, os seus filhos têm as suas vidas ocupadas, e sente-se só no escuro da noite. Fica mais ansiosa, e procura compensar essa ansiedade com a comida.

Devemos prestar mais atenção ao que sentimos, reaprender a comunicar com o nosso corpo, escutá-lo e dar-lhe exatamente o que ele necessita. Necessita de alimento? De companhia? De tempo para si? De fugir à rotina? Ou apenas de uma caminhada? Ou de um pouco de ar fresco? Reaprendendo a sentir as sensações de fome e de saciedade, conseguimos recuperar o equilíbrio já perdido, o qual se manifestará positivamente na nossa saúde e na nossa silhueta.

As crianças pequenas possuem uma sabedoria interior, que lhes permite comer quando precisam, e parar de comer logo que ingeriram a quantidade de alimentos que o seu organismo necessita. Inclusive, á noite antes de irem dormir, habitualmente bebem mais leite, ou comem mais um pouco de papa, para se precaverem para um maior período de jejum nocturno.
 
Normalmente, esta capacidade fantástica de discernir a quantidade, e o tipo de alimentos que precisamos, perde-se por volta dos 2 ou 3 anos. Perde-se devido a toda a influencia do meio envolvente, como a insistência dos progenitores para que coma maiores quantidades, a oferta constante de alimentos, e vários outros factores.

(...)

Fonte: Fragmento de texto retirado do Capítulo 5 - EMAGREÇA COM BOM HUMOR do livro A Dieta do Prazer- Emagreça a comer aquilo de que gosta. Eduarda Alves. Editorial Presença. Conheça aqui o livro que a ajuda a emagrecer com prazer
Acompanhe todas as novidades no Facebook

Cumprimentos vitaminados,
Eduarda Alves.
Dietista – Membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas
 
Copyright: © By Eduarda Alves, 2015. Todos os direitos reservados. Proibida qualquer reprodução.