Marcação de consulta

Marcação de consulta
Marcar em www.hospitaldaordemterceira.pt e www.vitasana.pt

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Alho

  • O alho é muito utilizado na culinária portuguesa, conferindo-lhe um sabor muito característico.
  • Favorece a secreção de bílis, contribuindo para uma boa digestão.
  • É rico em sais minerais e vitaminas.
  • O hálito a alho elimina-se mastigando salsa crua, ou grãos de café.
  • De acordo com vários estudos europeus, o consumo de alho ajuda a eliminar metais pesados prejudiciais à saúde, como o chumbo e o mercúrio.
  • As mães que amamentam devem evitar a ingestão excessiva de alho, pois pode alterar o sabor e o odor do leite materno, contribuindo para o seu insucesso. Também pode provocar cólicas aos bebés.
  • O alho tem acção antibiótica, pois ao mastigar, picar ou triturar os dentes de alho, mistura-se a aliina com a alinase (enzima existente no alho) dando origem à alicina, a qual é considerada um bom antibiótico.
  • Ajuda a combater parasitas intestinais.
  • Possui propriedades antivirais e antibacterianas.
  • O consumo regular de alho ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, visto que exerce um efeito anticoagulante, contribui para a edução da tensão arterial e ajuda a evitar a subida do colesterol.
  • Ajuda a melhorar as defesas do organismo, tornando-o mais resistente às doenças.
  • Na medicina natural, o puré de alho é usado no tratamento de calosidades e verrugas.
  • Pode provocar irritação e mal-estar em pessoas com distúrbios gástricos.

Para saber mais sobre como este alimento o poderá ajudar, peça o conselho da sua Dietista, pois “cada caso é um caso”.

Dra. Eduarda Alves
Directora da Clínica dos Alimentos
Dietista no Hospital São Francisco Xavier


.